domingo, 28 de fevereiro de 2010

"Borboletas me convidaram a elas.
O privilégio insetal de ser uma borboleta me atraiu.
Por certo eu iria ter uma visão diferente dos homense das coisas.
Eu imaginava que o mundo visto de uma borboleta
Seria, com certeza, um mundo livre aos poemas."


Manoel de Barros
"Estás enganado. Há certas coisas que não se podem guardar. Por exemplo, não podes guardar a luz do luar, ou a brisa perfumada de um pomar de macieiras. Não podes guardar as estrelas dentro de uma caixa. No entanto podes coleccionar estrelas. Escolhe uma quando a noite chegar. Será tua. Mas deixa-a guardada na noite. É ali o lugar dela."

José Eduardo Agualusa

Assim que o amor entrou no meio, o meio virou amor
O fogo se derreteu, o gelo se incendiou
E a brisa que era um tufão
Depois que o mar derramou, depois que a casa caiu
O vento da paz soprou

Marcelo Camelo

"Do amor amuleto que eu fiz
Deixei por aí
Descuidei dele, quase larguei
Quis deixar cair
Mas não deixei
Peguei no ar
E hoje eu sei
Sem você sou pá furada.
(...)
E desse engodo eu vi luzir
De longe o teu farol
Minha ilha perdida é aí
O meu pôr do sol."
Rodrigo Amarante

"Eu penso em renovar o homem usando borboletas."
Manoel de Barros

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

"Não quero ter a terrível limitação de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não: quero uma verdade inventada."

Clarice Lispector
"Só o que está morto não muda!
Repito por pura alegria de viver:
A salvação é pelo risco,
Sem o qual a vida não vale a pena!!!"
Clarice Lispector


"Até quando terás, minha alma, esta doçura,

este dom de sofrer, este poder de amar,

a força de estar sempre – insegura – segura

como a flecha que segue a trajetória obscura,

fiel ao seu movimento, exata em seu lugar...? "

Cecília Meireles


"Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem o que é amar
Amar é a eterna inocência,
E a única inocência, não pensar..."
Fernando Pessoa

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010


Um dia me disseram
Que as nuvens
Não eram de algodão
Um dia me disseram que os ventos às vezes erram a direção
Quem ocupa o trono
Tem culpa
Quem oculta o crime
Também
Quem duvida da vida
Tem culpa
Quem evita a dúvida
Também tem...

Somos quem podemos ser...
Sonhos que podemos ter...
Humberto Gessinger

''Que seja um amor inacabado, quebrado, ferrado, com nó cego de uma forca, desde que aperte bem forte para não soltar. Um amor rápido como um infarto, sem sinal-da-cruz. Um amor que desafie a sabedoria que vem depois da morte. Um amor burro que dependa apenas de um quarto para se cumprir. Um amor que não tire os sapatos para deitar. Um amor sofreguidão e gozo. Um amor hesitação irritante entre beijos. Um amor que não dá trégua para voltar atrás. Um amor que não oferece chance para ir à frente. Um amor que fica no mesmo lugar, que não traz sorte e azar, traz o desespero de ser amado um pouco mais.
Amar é mais importante do que viver. Viver pode vir depois.''


Carpinejar

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Olha, olhaaaaa, 'genteeeem'!!!
O primeiro selinho plantado no Jardim! Êeee õ/
Veio da Miihzinha, meu xuxuzinho roxo, do blog http://adoce-com-limao.blogspot.com/. Um presente lindo assim só podia mesmo ter vindo duma pessoa encantadora que nem ela, neh!?
Obrigada, minha costureira de estrelas! ^^

**

"Runn, ruunm... cof... cof... Dedico este selo a todos que passeiam aqui pelo Jardim. ^^"

**

Regras: 7 coisas sobre mim e 7 blogs merecedores.

7 coisas sobre mim:

1. Sou péssima em qualquer tipo de esporte. ¬¬

2. Adoro Machado de Assis.

3. O Pequeno Príncipe é um dos meus personagens favoritos.

4. Tenho picos de produtividade literária.

5. Ainda quero ter um jardim.

6. Gosto muito de Rubem Alves.

7. Tenho vontade de aprender fotografia.

7 blogs:

1. da Paixão: http://tudoqueficanoar.blogspot.com/

2. Giz colorido, da Licinha: http://gizcolorido.wordpress.com/

3. da Maay: http://chadecanelacomgengibre.blogspot.com/

4. da Lininha: http://mundinhoalternativo.blogspot.com/

5. da Gláucia: http://escritos-sonhados.blogspot.com/

6. da Maay tbm: http://randomicasdiaria.blogspot.com/

7. da Queti, blog que eu sempre acompanho: http://quetiline.blogspot.com/

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

"No fim tu hás de ver que as coisas
mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo,
um carinho no momento preciso,
o folhear de um livro de poemas,
o cheiro que tinha um dia,
o próprio vento..."


Mário Quintana
É assim então o teu segredo.
Teu segredo é tão parecido contigo
Que nada me revela além do que já sei.
E sei tão pouco como se o teu enigma fosse eu.
Assim como tu és o meu."

Clarice Lispector

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Sobre lágrimas e chuvas...

"- E tem coisa mais bonita que a determinação de uma lágrima? Lágrima abre caminho entre o rosto, procura espaço, até encontrar chão pra cair. Ah, mas erra feio quem acha que é só isto! Lágrima não morre no chão, não. Lágrima fura terra, chão, pedra; busca sempre o leito dum rio pra descansar um bocadinho. Depois lágrima sobe e cai chuva. Porque lágrima é sempre chuva, seja por dentro ou por fora.

Espia só, menina. Por acaso num tem arco-íris depois da chuva? É o céu, limpinho, sorrindo depois de um banho. A gente também é feito céu. Nossa alma fica sempre mais colorida depois de lavada. Pense bem... se não fosse a determinação da lágrima, nunca veríamos no céu o sorriso furta-cor de Deus. É assim - há de ter sempre um sorriso."


Branna Lorenna

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

''E se não quisermos, não pudermos, não soubermos, com palavras, nos dizer um pouco um para o outro, senta ao meu lado assim mesmo. Deixa os nossos olhos se encontrarem vez ou outra até nascer aquele sorriso bom que acontece quando a vida da gente se sente olhada com amor. Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio conversar com o seu. Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras.''

Ana Jácomo

"Tem uma passagem estreita dentro de mim,
tão estreita que suas paredes me lenham toda,
mas essa passagem desemboca na largura de Deus.
Nem sempre tenho força para atravessar este deserto sangrento,
mesmo sabendo que, se me forçar a me doer todo entre as paredes,
mesmo sabendo que desembocarei para a luz abertade um dia trêmulo de sol macio."

Clarice Lispector

domingo, 7 de fevereiro de 2010


"E tô achando bom, tô repetindo que bom, Deus, que sou capaz de estar vivo sem vampirizar ninguém, que bom que sou forte, que bom que suporto, que bom que sou criativo e até me divirto e descubro a gota de mel no meio do fel. Colei aquele “Eu Amo Você” no espelho. É pra mim mesmo".
Caio F.
‘E a vida existe e também é bonita. E se renova. Tem lados de luz.'
Caio F.

"Conhecer alguém aqui e ali que pensa e sente como nós, e que embora distante, está perto em espírito, eis o que faz da Terra um jardim habitado."

Goethe

"O ar tinha gosto de sábado. E de súbito os dois eram raros, a raridade no ar. Eles se sentiam raros, não fazendo parte das mil pessoas que andavam pelas ruas. Os dois às vezes eram coniventes, tinham uma vida secreta porque ninguém os compreenderia. E mesmo porque os raros são perseguidos pelo povo que não tolera a insultante ofensa dos que se diferenciavam."
Clarice Lispector
"... o tempo que temos, se estamos atentos, será sempre exato."

Caio F.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

(...) todos os relógios estão parados, não sei se é ontem, se hoje ou amanhã, se é sempre, e nunca mais, estou solta aqui, completamente só, não há relógios, não há relógios e o tempo avança liberto, sem fronteiras nem limitações, uma bola de arame farpado, o sentimento vai se adensando em mim, transborda dos olhos, das mãos, sai pela boca em forma de fumaça, sinto meus lábios ressequidos, machucados, o gosto amargo, a bola cresce estendendo tentáculos, no meio dela eu me encolho cada vez mais, presa num círculo que cresce até explodir na vontade contida de gritar bem alto, bem fundo, rouca, exausta, correndo, esmagando as folhas de um outro outono, de um outro tempo, ainda este, o tempo, o outono, a tarde, o mundo, a esfera, a espera em que estou pra sempre presa.

Caio Fernando Abreu, in Inventário do ir-remediável




"Aquilo que o coração ama
fica eterno."


Rubem Alves