sexta-feira, 30 de abril de 2010

"Dorme a cidade
Resta um coração
Misterioso
Faz uma ilusão
Soletra um verso
Lavra a melodia
Singelamente
Dolorosamente

Doce a música
Silenciosa
Larga o meu peito
Solta-se no espaço
Faz-se a certeza
Minha cançao
Réstia de luz onde
Dorme o meu irmão"

Minha Canção - Chico Buarque

quinta-feira, 29 de abril de 2010

29 de abril - Dia mundial da dança


"Quando você dança, seu propósito não é chegar a determinado lugar. É aproveitar cada passo do caminho."

Wayne Dyer

terça-feira, 27 de abril de 2010


"Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já..."
Pablo Neruda

segunda-feira, 26 de abril de 2010

"Vivo tão intensamente o momento, que quase chego atrasada ao momento seguinte."

Rita Apoena

"Na altura em que a razão é capaz de compreender o sucedido, as feridas no coração já são demasiado profundas"

Carlos Ruiz Zafón


sábado, 24 de abril de 2010




"Amanhã fico triste… amanhã!
Hoje não… Hoje fico alegre!
E todos os dias, por mais amargos que sejam, eu digo: Amanhã fico triste, hoje não…”

(Poema encontrado na parede de um dos dormitórios de crianças do campo de extermínio nazista de Auschwitz)

sexta-feira, 23 de abril de 2010




" -Tudo tem seu apogeu e seu declínio...
É natural que seja assim, todavia, quando tudo parece convergir para o que supomos o nada, eis que a vida ressurge, triunfante e bela!...
Novas folhas, novas flores, na infinita benção do recomeço! "

Francisco Cândido[de amor]Xavier

quinta-feira, 22 de abril de 2010



"Dizia ele: "Estou indo pra Brasília
Neste país lugar melhor não há (...)"

(...)

E num ônibus entrou no Planalto Central
Ele ficou bestificado com a cidade
Saindo da rodoviária, viu as luzes de Natal
"Meu Deus, mas que cidade linda (...)"
Renato Russo

"…nascida do gesto primário de quem assinala um lugar ou dele toma posse: dois eixos que se cruzam em ângulo reto, ou seja, o próprio sinal da cruz."
Lucio Costa

"Citação de Oscar Niemeyer

Niemeyer – "... como uma flor naquela terra agreste e solitária…"
- Uma cidade erguida em plena solidão do descampado.
Niemeyer – " ... como uma mensagem permanente de graça e poesia..."
- Uma cidade que ao sol vestisse um vestido de noivado
Niemeyer – " ... em que a arquitetura se destacasse branca, como que flutuando na imensa escuridão do planalto..."
– Uma cidade que de dia trabalhasse alegremente
Niemeyer – "…numa atmosfera de digna monumentalidade..."
– E à noite, nas horas do langor e da saudade
Niemeyer – " ... numa luminação feérica e dramática..."
– Dormisse num Palácio de Alvorada!
Niemeyer – " ... uma cidade de homens felizes, homens que sintam a vida em toda a sua plenitude, em toda a sua fragilidade; homens que compreendam o valor das coisas puras..."
– E que fosse como a imagem do Cruzeiro No coração da pátria derramada."


Vinicius de Moraes e Tom Jobim - Brasília, Sinfonia da Alvorada
"Terra de sol
Terra de luz
Terra que guarda no céu
A brilhar o sinal de uma cruz
Terra de luz
Terra-esperança, promessa
De um mundo de paz e de amor
Terra de irmãos
Ó alma brasileira ...
Alma brasileira ...
Terra-poesia de canções e de perdão
Terra que um dia encontrou seu coração"


Vinicius de Moraes e Tom Jobim - Brasília, Sinfonia Da Alvorada

**

E que não se perca esse coração, essa esperança, essa paz.

Que seja sol sempre. Que seja luz. Pra iluminar a justiça e brilhar a esperança!

Parabéns, Brasília!

"Deste planalto central, desta solidão que em breve se transformará em cérebro das altas decisões nacionais, lanço os olhos mais uma vez sobre o amanhã do meu país e antevejo esta alvorada com fé inquebrantável e uma confiança sem limites no seu grande destino."

(Brasília, 2 de outubro de 1956)

Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira


**

Amém!

terça-feira, 20 de abril de 2010

"Doçura é a maestria dos sentidos.
Olhos que vêem o fundo das coisas... Ouvidos que escutam o coração... Boca que fala a essência...
Doçura é o resultado de uma longa jornada interior ao âmago da vida e a habilidade de lá descansar e assistir.
O que é realmente doce nunca pode ser vítima do tempo...
Porque doçura é a qualidade da pessoa cuja vida tocou a eternidade."


Brahma Kumaris
“Perguntei a um sábio, a diferença que havia entre amor e amizade, ele me disse essa verdade… O Amor é mais sensível, a Amizade mais segura. O Amor nos dá asas, a Amizade o chão. No Amor há mais carinho, na Amizade compreensão. O Amor é plantado e com carinho cultivado, a Amizade vem faceira, e com troca de alegria e tristeza, torna-se uma grande e querida companheira. Mas quando o Amor é sincero ele vem com um grande amigo, e quando a Amizade é concreta, ela é cheia de amor e carinho. Quando se tem um amigo ou uma grande paixão, ambos sentimentos coexistem dentro do seu coração.”

William Shakespeare
**
Será q é de Shakespeare mesmo!?


"A paixão precisa de gritos, o próprio amor se compraz nas palavras, mas a simpatia pode ser silenciosa."

Marguerite Yourcenar

sábado, 17 de abril de 2010


"Fico pensando... Será que, quando o coração tá escuro de saudade é por que vai chover ternura?"

Inêz Generoso

sexta-feira, 16 de abril de 2010

"If I had a world of my own, everything would be nonsense. Nothing would be what it is, because everything would be what it isn’t. And contrariwise, what it is, it wouldn’t be, and what it wouldn’t be, it would. You see?"


Lewis Carroll - Alice in Wonderland

**

Para Rôzita Maria da Silva Gira o Sol


quinta-feira, 15 de abril de 2010

"Por ser exato

O amor não cabe em si

Por ser encantado

O amor revela-se

Por ser amor

Invade

E fim!!..."



Djavan


"O seu amor

Reluz

Que nem riqueza

Asa do meu destino

Clareza do tino

Pétala

De estrela caindo

Bem devagar..."

Djavan

"Enrolado num capotão da Segunda Guerra, naquela tarde em Notre-Dame rezei, acendi vela, pensei coisas do passado, da fantasia e memória, depois saí a caminhar. (...)
Então sentei num banco do Quai de Bourbon, de costas para o Sena, acendi um cigarro e olhei para a casa em frente, no outro lado da rua. Na fachada estragada pelo tempo lia-se numa placa: “II y a toujours quelque choe d’abient qui me tourmente” (Existe sempre alguma coisa ausente que me atormenta) — frase de uma carta escrita por Camilie Claudel a Rodín, em 1886. Daquela casa, dizia a placa, Camille saíra direto para o hospício, onde permaneceu até a morte. Perdida de amor, de talento e de loucura.

Fazia frio, garoava fino sobre o Sena, daquelas garoas tão finas que mal chegam a molhar um cigarro. Copiei a frase numa agenda. E seja lá o que possa significar “ficar bem” dentro desse desconforto inseparável da condição, naquele momento justo e breve — fiquei bem.(...)"



Caio F.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

"É como quando você me deu aquele último abraço e eu me descobri cheia de corações. Seria impossível tamanho rebuliço por conta de um só pulsar. Eu tenho um coração em cada canto. Um acúmulo bonito de coisas que não consigo nem mostrar."

Jaya

"Tree Hugger" artwork ©dianeduda/dudadaze
http://dudadaze.blogspot.com
www.dudadaze.etsy.com


"Amor vem de amor.
Vem de longe, vem no escuro,
brota que nem mato que dispensa cuidado
e cresce com a mais remota chuva."

Guimarães Rosa
"É tão dificil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois? Dificilimo contar. Olhei para você fixamente por instantes. Tais momentos são meu segredo. Houve o que se chama de comunhão perfeita. Eu chamo a isto estado agudo de felicidade."

Clarice Lispector

*foto by Jose Villa: http://josevillablog.com/
Porque quando fecho os olhos, é você quem eu vejo;aos lados, em cima, embaixo, por fora e por dentro de mim. Dilacerando felicidades de mentira, desconstruindo tudo o que planejei, abrindo todas as janelas para um mundo deserto. É você quem sorri, morde o lábio, fala grosso, conta histórias, me tira do sério, faz ares de palhaço, pinta segredos, ilumina o corredor por onde passo todos os dias.

Caio F.
todo mundo vive

todo mundo vive. fato facilmente constatado com a nossa respiração. se esta pára é porque não estamos mais vivendo. e por isso é tão importante respirar. se prendemos a respiração não morremos. apenas vamos perdendo os sentidos. mas não morremos. nem se quisermos. e assim todo mundo vive. quando não somos nós que prendemos nossa respiração podemos morrer. ou ficar apaixonados. é por isso que alguns morrem de paixão. sem registro em cartório. e como morrer de paixão é respirar como nunca, fecha-se assim nosso aparelho respiratório.

Scapin

sábado, 10 de abril de 2010


"Tenho várias caras.
Uma é quase bonita, outra é quase feia.
Sou um o quê?
Um quase tudo."
Clarice Lispector

quarta-feira, 7 de abril de 2010

"Olha, sabe duma coisa que eu aprendi? O segredo do belo está aqui, oh. Na sua cuca, no seu olho que realmente vê, dentro de você."

Caio F.
"Todos estes que aí estão,
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho! "

Mario Quintana
"Encosto o meu dedo em sua pele, mas ela não afunda. Não é possível. Desabotôo a sua camisa e deito a minha cabeça em seu peito, meu homem de lata. Diante do novo segredo, eu queria chorar, mas posso enferrujá-lo. Então, como viveria em paz sem a sua armadura? Sem nada entender, você se vira e vai embora. E só então eu percebo: a sua armadura é furada, meu amor. Nas centenas de furos sobre a lata, vai aguando todas as plantinhas ao seu redor. Você é, na verdade, um lindo homem regador. "

Rita Apoena

"Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu, que conseguimos acender na Terra.
Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza.
Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria.
Recebendo um buquê de carinhos. "

Ana Jácomo

"Pra não me perder, abri a boca e os olhos e me enchi de estrelas feito ele."
Caio F.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

domingo, 4 de abril de 2010

"As coisas não querem mais ser vistas por pessoas razoáveis:
Elas desejam ser olhadas de azul - Que nem uma criança que você olha de ave. "

Manoel de Barros - Uma didática da invenção



"Não tem altura o silêncio das pedras."

Manoel de Barros - Uma didática da invenção
"Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa. Do brinquedo que a gente não largava. Do acalanto que o silêncio canta. De passeio no jardim. Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo. Corre em outras veias. Pulsa em outro lugar. Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está dançando conosco de rostinho colado. E a gente ri grande que nem menino arteiro."

Ana Jácomo



"(...) espiando a queda vertical das estrelas na noite quente de janeiro."

Caio F.

"Às vezes tudo se ilumina de uma intensa irrealidade
E é como este pobre, este único, este efêmero instante do mundo
Estivesse pintado numa tela,
Sempre..."

Mário Quintana

"Sempre que se começa a ter amor a alguém, no ramerrão, o amor pega e cresce é porque, de certo jeito, a gente quer que isso seja, e vai, na idéia, querendo e ajudando, mas quando é destino dado, maior que o miúdo, a gente ama inteiriço fatal, carecendo de querer, e é um só facear com as surpresas. Amor desse, cresce primeiro; brota é depois."
Guimarães Rosa

sábado, 3 de abril de 2010

1. Há tempos preciso daqui.
2. Precisar meu relógio.
3. O corpo não suportou mais,
4. declarou pausa,
5. empurrou-me para cá.
6. "Tão estranho carregar uma vida inteira no corpo, e ninguém suspeitar dos traumas, das quedas, dos medos, dos choros." C.F.
7. Vezenquando arde.
8. "porque parece que sou portadora de uma coisa muito pesada." Clarice Lispector
9. E tudo dói.
10. Dói a dor que os outros sentem por minha causa.
11. A dor pesada,
12. desesperada,
13. inventada,
14. que criam pra mim.
15. E ainda acham que suavizam a carga.
16. Estranho como a dor nos empurra pra dentro da gente.
17. Pra lugares tão íntimos...
18. que mal nos cabem.
19. "Tem uma passagem estreita dentro de mim, tão estreita que suas paredes me lenham toda...
20. ... mas essa passagem desemboca na largura de Deus." Clarice Lispector
21. É preciso mesmo que arda,
22. que sangre,
23. que doa.
24. Pra que a gente saiba do que vai por dentro.
25. E olhe com os olhos de dentro.
26. Enxergue o de dentro
27. e o de fora.
28. Saber que se a visão de dentro está embaçada
29. o dia vai ser sempre nublado.
30. E só vai fazer sol lá fora
31. se por dentro
32. o jardim for bem cultivado.
33. "Quem não planta jardim por dentro, não planta jardins por fora e nem passeia por eles." Rubem Alves
34. No fundo, aquelas borboletas das flores são as mesmas que voavam na barriga
35. E só saem quando o lado de dentro não pode mais contê-las.
36. "mas você tem cento e vinte borboletas pousadas na sua tiara: você pode voar a qualquer momento!" Rita Apoena
37. Voar pra dentro de si.
38. Pra dentro da dor.
39. Conhecê-la.
40. Até ela não doer mais.
41. Timidamente rumo ao íntimo.
42. "É que ela sentia falta de encontrar-se consigo mesma e sofrer um pouco, é um encontro.'' Clarice Lispector
43. Reencontro.
44. Reencanto.
45. O canto da alma.
46. O som da lágrima.
47. Que sempre vira chuva
48. E lava
49. E limpa
50. E faz voltar a primavera.


Branna Lorenna

sexta-feira, 2 de abril de 2010


"morrer faz bem à vista e ao baço
melhora o ritmo do pulso
e clareia a alma
morrer de vez em quando
é a única coisa que me acalma"
Paulo Leminski
"Gosto à beça
esse coração
na tua cabeça"

Alice Ruiz e Paulo Leminski
"Existe um único antídoto para a falta de tempo. Um único.
Estar apaixonado.
Esquecer de si para inventar o desejo.
O desejo transforma-se no próprio tempo.
Tudo é adiado."

Fabrício Carpinejar
"Viver é super difícil
o mais fundo está sempre na superfície."

Paulo Leminski

quinta-feira, 1 de abril de 2010


"Moça, olha só o que eu te escrevi:
É preciso força
pra sonhar e perceber
que a estrada vai
além do que se vê."
Marcelo Camelo - Los Hermanos

"E agora, quem sou eu? Eu me lembrarei, se puder! Estou resolvida a isso!"
Lewis Carroll
(Alice no país dos espelhos)

"Então me vens e me chega e me invades e me tomas e me pedes e me perdes e te derramas sobre mim com teus olhos sempre fugitivos e abres a boca para libertar novas histórias e outra vez me completo assim, sem urgências, e me concentro inteiro nas coisas que me contas..."

Caio F.

"Abraçar
é encostar um coração
no outro."

Rita Apoena
"...Deveria chamar-te claridade
Pelo modo espontâneo
Franco e aberto
Com que encheste de COR
meu mundo escuro..."
Vinicius de Moraes