domingo, 30 de maio de 2010


Tem dia que faz sol lá fora.
Só não dentro da gente.
Dentro tudo assombra.
É sombra de futuro.
É sobra de passado.
E só se ouve o choro.
Mas, bem no fundo se sabe...
E antes que algo a cale,
a alma entrega o último suspiro de esperança:
-"Não é choro. É chuva!"
E vai nos lavar.
Purificar.
Vai voltar a ser jardim em nós.
E só pra garantir:
Vai ser furta-cor.

 
Branna Lorenna

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua semente. É ela que enche de flores este lugar!
Obrigada pela visita! ^^
Seja sempre bem vindo ao Jardim.