domingo, 26 de junho de 2011

Soneto ao som de Gardel

Como em um tango argentino
você me desvenda
Eu me deixo ser descoberta (e ainda finjo espanto)
Procura, pois é só assim para encontrar

Deixo que você encoste mais
apesar da minha (suposta) resistência
Somos caras metades
Somos de corpo inteiro

Um deslize e o movimento
acontece errado, você me segura
e me traz pra perto, como desculpa

Resistência, charme
E me puxa ainda mais
Nem precisa, eu vou


Noemyr Gonçalves


E, pra completar, Por Una Cabeza, de Gardel, em uma das cenas mais lindas do Al Pacino.



terça-feira, 14 de junho de 2011

Sobra tanto espaço
Dentro do abraço
Falta tanta coisa pra dizer
Que nunca consigo


O Teatro Mágico

quinta-feira, 9 de junho de 2011

terça-feira, 7 de junho de 2011



"Só uso a palavra para
compor meus silêncios."



Manoel de Barros

Encantamento

"... que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc.
Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós. "

Manoel de Barros

domingo, 5 de junho de 2011

Breathe it!


For we, we are not long here
Our time is but a breath,
so we better breathe it!


C. S. Lewis 

A musiquinha pra ouvir:


A letra completa aqui. Vale a pena ver! ^^