sábado, 16 de julho de 2011

escrevo
porque poesia é canto
e meu eu, lírico.
Branna L.
Poeisa é voar fora da asa.
Manoel de Barros
Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta.
Cecília Meireles

Escrevo para descobrir o verbo essencial.
Eu quero o verbo essencial.
A rosa,
As pétalas em chamas,
A essência da rosa.
Escrevo para entrar em êxtase,
Escrevo para ver Deus.

Quero escrever um poema tão mal feito
Que só Deus para consertar.
Um poema tão sem sentido
Que só Deus para me dar a chave.
Um poema do abismo
Que só Deus para me salvar.
Um poema que me anule, absolutamente.
Na folha branca, na pedra fria,
Só o absoluto de Deus. 
Poética Essencial - José Carlos Brandão

Um comentário:

  1. Que lindeza encher os olhos de poesia
    logo assim, no começo do dia!!!


    Tudo fica tão mais bonito!

    =)

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua semente. É ela que enche de flores este lugar!
Obrigada pela visita! ^^
Seja sempre bem vindo ao Jardim.