domingo, 23 de outubro de 2011

Sobre amor e J. G. de Araújo Jorge...

 
 "  Quando se ama,
no silêncio
as coisas falam melhor."

                                             "  Eu te previa há muito tempo...
                                                             Apenas, não podia marcar
                                                                               a data de tua chegada.
Agora
que chegaste...
Sei de que ponto
começa a minha vida... "



"  Longe de ti, morro.
Toda vez que te encontro,
ressuscito.
(...)
Chegas. E então esqueço
que morri tantas vezes. 
E volto a acreditar na eternidade."



"  E tenho medo que o mesmo destino
que nos aproximou
e nos atordoou com a surpresa
deste amor,
resolva nos atraiçoar, sem nos dar tempo ao menos
para nos despedir..." 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua semente. É ela que enche de flores este lugar!
Obrigada pela visita! ^^
Seja sempre bem vindo ao Jardim.